terça-feira, 27 de março de 2012

ESSE AMOR QUE NÃO ACABA



Oh, como dói
Esse amor que não acaba.
Quanto mais te odiava
Mais eu te amava.


O que fazer pra te esquecer?
Talvez só a morte resolva.
Porque enquanto eu viver,
Meu amor será você.


Que amor malvado
Não foi correspondido
Mas insiste em brigar comigo.


Oh, como dói
Esse amor que não acaba...

Autor: Francisco Jardson Pires