quarta-feira, 25 de abril de 2012

Alergico


Me fere o barulho dos automóveis
Perdi meu oxigênio e minha vontade
Enquanto avança a dor um quilômetro mais
Eu fico e você vai

Nesta noite de estrelas imoveis
Seu coração é alérgico a mim
Ainda bate em mim por engano
Um milímetro atrás
Respiro em um congelador e não sairei jamais

(Refrão)
Já não curarei sua solidão
Quando a cidade dorme
Não estarei para ouvir
Suas histórias tolas
Não é porque você está com medo de sentir
Porque você é alérgico a sonhar
E perdemos a cor
Porque você é alérgico ao amor...

Eu estou andando nas tempestades
Buscando um território neutro
Onde eu não te esculte
Onde aprender a esquecer
Para não morrer e não viver
Assim, fora do lugar

(Refrão)
Já não curarei sua solidão
Quando a cidade dorme
Não estarei para ouvir
Suas histórias tolas
Não é porque você está com medo de sentir
Porque você é alérgico a sonhar
E perdemos a cor

Você sabe
Não vou cuidar dos seus passos
Não posso de defender de você mesmo

(Refrão)
Já não curarei sua solidão
Quando a cidade dorme
Não estarei para ouvir
Suas histórias tolas
Não é porque você está com medo de sentir
Porque você é alérgico a sonhar
E perdemos a cor
Por que você é alérgico ao amor ...

terça-feira, 17 de abril de 2012

Traição



Meu coração foi cortado
após a sua traição
Do nosso caso apenas restou
Uma triste canção.


Que grande ilusão
Achar que alguém é perfeito.
Mais uma vez descobri
Um amor com defeito!

Autor: Francisco Jardson Pires

segunda-feira, 9 de abril de 2012

A Chuva







Ela cai do céu
Molhando todo o nosso corpo.
Assim como um véu
Que valoriza na mulher, todo o seu corpo.

A chuva que molha as plantas
Que banha os rebanhos
Que alimenta os seres vivos
Passa por todos os lugares, em cada canto.

Às vezes embravecida
A chuva se torna tempestade
Causando catástrofes, naufrágios.
Alangando as ruas da cidade.

A chuva molha tudo
Lava o corpo, lava a alma.
Às vezes brava,
Às vezes lenta, calma.

Autor: Francisco Jardson Pires

domingo, 1 de abril de 2012

SOU POETA APAIXONADO





Sou poeta apaixonado
Pelos versos que escrevo
Com carinho e muito amor
Na alegria ou na dor.


Sou poeta apaixonado
Pelos amigos que tenho.
Eles fazem da minha vida
Uma forte luz que brilha.


Sou poeta apaixonado
Pela pessoa que sou.
Um garoto sonhador
Que em seu peito 
Há muito amor.


Sou Poeta Apaixonado!

Autor: Francisco Jardson Pires